Imagem do Papa melhorou depois da visita aos EUA, diz pesquisa

Washington, 6 mai (EFE).- A imagem do papa Bento XVI melhorou nos Estados Unidos depois da visita realizada em abril a este país, revelou hoje uma pesquisa do Centro de Pesquisas Pew.

EFE |

Segundo a pesquisa, 61% dos americanos consultados disseram ter uma boa impressão de Bento XVI, contra os 52% que diziam ter a mesma opinião no final de março.

A melhora nos dados de popularidade do chefe da Igreja Católica, segundo o centro Pew, deve-se a sua tentativa de fomentar as boas relações com outras religiões.

Os entrevistados também foram perguntados sobre o discurso do Pontífice que mencionou os escândalos envolvendo alguns sacerdotes da igreja, acusados de abusar sexualmente de menores de idade.

As opiniões em relação a esse tema ficaram divididas, já que 48% dos que conheciam a notícia consideraram que a atuação de Bento XVI foi insuficiente, enquanto 39% avaliaram que o papa fez um trabalho bom ou excelente.

A instituição também analisou a cobertura feita pela imprensa da visita e destacou que do total de tempo dedicado à viagem do pontíficie, mais da metade (54%) se centrou no impacto do escândalo sexual do clero, enquanto apenas 17% estava ligada ao papa e à comunidade de católicos dos EUA. EFE elv/fb

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG