Ilusionista argentino passa 24 horas trancado em cubo de gelo

Buenos Aires, 31 jul (EFE).- Um ilusionista argentino de 35 anos conseguiu desafiar o frio extremo ao permanecer fechado durante 24 horas em um cubo de gelo graças a seu poder de controle mental, segundo assegurou hoje Leonardo Tusam ao completar a prova.

EFE |

O hipnotizador, como ele se define, tinha se trancado nesta quinta em um cubo de sete toneladas de puro gelo situado em frente ao Obelisco de Buenos Aires, em pleno centro da cidade, para resistir "por tempo indeterminado".

Durante sua permanência no cubo, de dois metros de altura e 1,60 de largura, Tusam não ingeriu líquidos nem alimentos, não dormiu, se manteve em pé o tempo todo, precisou dosar seu oxigênio e apelar "ao controle mental" para evitar que baixasse a temperatura interna do corpo, explicaram os organizadores.

Para o desafio, o ilusionista se preparou durante meses com exposições em câmaras de fábricas de gelo, provas de jejum, resistência e sono, rotinas de ginásio e controle médico.

Tusam assegurou que este foi o "maior" desafio de sua vida como homenagem a dez anos da morte de seu pai, um ilusionista argentino que surpreendia com suas provas de risco. EFE ms/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG