Ilhas Cayman anunciam 1ª morte por gripe

Washington, 25 jul (EFE).- O Governo das Ilhas Cayman confirmou a primeira morte causada pela gripe suína em seu território.

EFE |

O ministro da Saúde, Mark Scotland, disse, em comunicado divulgado hoje, que um homem de 31 anos, residente de Caribbean Haven, que tinha sido internado no dia 18 de julho com gripe, morreu na segunda-feira, em decorrência do vírus.

"Tínhamos a esperança de que a (gripe) não afetasse ninguém em Cayman", afirmou o ministro. "Mas esta morte infeliz mostra que, como país, encaramos os mesmos problemas frente a esta doença que outros países no mundo".

Uma equipe do Ministério da Saúde, liderado por Kiran Kumar, visitou a área de Caribbean Haven imediatamente "depois da morte do residente, para assessorar os residentes e o pessoal sanitário".

A equipe médica analisou as pessoas que mostravam sintomas de gripe e ofereceu tratamento com Tamiflu, o remédio recomendado conta a doença.

O ministro assegurou que o Governo das Ilhas Cayman tem quantidades adequadas de Tamiflu e recomendou que a população "mantenha a calma e atenda os avisos públicos sobre saúde".

Apesar do nome, a gripe suína não apresenta risco de infecção por ingestão de carne de porco e derivados. EFE jab/pd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG