Igreja prevê melhora em relações entre Colômbia e vizinhos depois de cúpula

Bogotá, 29 ago (EFE).- A Igreja Católica colombiana confiou hoje que, após a cúpula da União de Nações Sul-americanas (Unasul), realizada na sexta-feira, em Bariloche, Argentina, haverá uma melhora nas relações entre a Colômbia e os países vizinhos.

EFE |

O secretário da Conferência Episcopal, Juan Vicente Córdoba, admitiu, em Bogotá, que a reunião de sexta-feira "pode ser o princípio da distensão com os vizinhos", principalmente com o Equador e a Venezuela.

Segundo o hierarca, a cúpula de Unasul foi "positiva", e disse a jornalistas que, em seus discursos, os governantes mostraram "respeito" às nações e a sua soberania, e os silêncios e o tom moderado "podem ser interpretados como um sinal de aproximação" com os países com os quais há tensões.

Para o secretário da Conferência Episcopal colombiana, "atitudes abertas" foram vistas na reunião na Argentina e, apesar de alguns dos presidentes terem reiterado seus desacordos, destacou que também expressaram "respeito" à soberania dos Estados e, na sua opinião, "isso é um passo para não estigmatizar mais a Colômbia". EFE rrm/pd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG