Igreja Católica beatifica 188 mártires no Japão

Tóquio, 24 nov (EFE).- A Igreja Católica celebrou hoje em Nagasaki a cerimônia de beatificação de 188 mártires japoneses, que morreram por se negarem a renunciar à religião que chegou ao Japão através de missionários jesuítas espanhóis.

EFE |

A cerimônia, realizada hoje diante de 30.000 pessoas no estádio Big N de Nagasaki (sul do país), recorda pela primeira vez no Japão a morte destes mártires japoneses, que, apesar de terem sido perseguidos e torturados durante anos, se negaram a renunciar a suas crenças religiosas.

O cardeal português José Saraiva, Prefeito regional da Congregação para a Causa dos Santos e enviado especial do papa Bento XVI, oficiou hoje esta cerimônia histórica no Japão, país no qual apenas 1% dos mais de 122 milhões de habitantes são cristãos.

A cerimônia de beatificação, que é o passo anterior e necessário para a canonização com a qual um beato passa a ser um santo, começou às 12h (1h, horário de Brasília) e durou mais de três horas, disseram à Agência Efe fontes da Conferência de Bispos do Japão. EFE icr/fal

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG