Igreja alemã abre linha telefônica de atendimento a vítimas de pedofilia

Berlim, 30 mar (EFE).- A Conferência Episcopal alemã abriu hoje uma linha telefônica de atendimento às vítimas de abusos sexuais ocorridos nas dependências da Igreja Católica ou protagonizados por seus membros.

EFE |

"Com essa oferta, queremos encorajar as vítimas a entrar em contato conosco, independente se tais casos prescreveram ou são atuais", disse o novo encarregado da Conferência Episcopal para esclarecer os casos de pedofilia, o bispo Stephan Ackermann em comunicado.

Ackermann agradeceu às vítimas que "tiveram a coragem" de contar o que aconteceu com eles e denunciaram os abusos. Segundo o bispo, graças a eles "a Igreja prestará mais atenção ao que ocorre em nossas dependências, em nossos colégios, grupos juvenis e jardins de infância".

O bispo disse estar convencido de que o debate surgido nas últimas semanas ajudará a melhorar a prevenção no futuro.

"Vamos fazer tudo o que estiver em nossas mãos para evitar que se repitam os abusos em estabelecimentos da Igreja Católica", destacou Ackermann. Ele pediu aos pedófilos que admitam seus atos, pois "só assim se encontra o caminho para a verdade e a reconciliação".

Quem ligar para a linha telefônica em questão poderá optar entre fazer uma denúncia formal ou simplesmente buscar ajuda psicológica.

A linha, cujo número será 0800-1201000, estará disponível às terças, quartas e quintas, das 13h às 20h30 (horário da Alemanha).

Os interessados que desejarem mais informações podem obtê-las no site "www.hilfe-missbrauch.de".

Há algumas semanas, vêm-se revelando diariamente casos de abusos sexuais em colégios de praticamente todas as dioceses católicas alemãs, ocorridos principalmente em décadas passadas, mas alguns também na atualidade. EFE ih/sa

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG