Iêmen promete reformas para combater Al Qaeda

Londres, 27 jan (EFE).- O Governo do Iêmen prometeu à comunidade mundial promover reformas políticas e econômicas urgentes para combater a Al Qaeda e outros grupos radicais instalados no país.

EFE |

O compromisso foi um dos elementos centrais da reunião realizada hoje, em Londres, para ajudar o Governo de Sana a combater o extremismo islâmico.

Ao término do encontro, que durou duas horas, o ministro de Assuntos Exteriores do Reino Unido, David Miliband, destacou que o Iêmen deu garantias de que "promoverá reformas" e iniciará negociações para a aplicação de um programa de reestruturação econômica do Fundo Monetário Internacional (FMI).

Miliband compareceu à imprensa junto com seu colega iemenita, Abu Bakr al-Qirbi, e a secretária de Estado americana, Hilary Clinton.

Na entrevista, foi dito que, nos dias 22 e 23 de fevereiro, o Conselho de Cooperação do Golfo realizará, em Riad, uma reunião com países interessados em ajudar o Iêmen.

O chefe da diplomacia britânica destacou que a comunidade internacional se comprometeu a "não interferir nos assuntos internos do Iêmen" e a "apoiar o Governo iemenita em sua luta contra a Al Qaeda".

Na conferência, também ficou acertado o aumento da ajuda para que a Guarda Costeira melhore a segurança em águas estratégicas e economicamente muito sensíveis para a região. EFE jm/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG