Redação Central, 15 mar (EFE).- Unidades aéreas do Exército iemenita mataram dois chefes da organização terrorista Al Qaeda na Península Arábica em um bombardeio no sudeste do país, informaram hoje fontes oficiais.

"Dois chefes da Al Qaeda morreram", indicou o Ministério da Defesa iemenita em comunicado publicado em seu site.

Os terroristas abatidos no ataque aéreo planejavam vários "atentados contra instalações vitais do país", assinalou o texto.

O bombardeio foi feito na noite de domingo na província de Abyan, na região de Moudia, cerca de 480 quilômetros ao sudeste de Sana.

O comunicado não menciona a identidade dos terroristas.

Neste domingo, a Al Qaeda na Península Arábica anunciou que um de seus membros sauditas morreu em confrontos com soldados iemenitas, em comunicado divulgado pelos sites islamitas.

Segundo o texto, Ibrahim Saleh Mujahed al-Khalifa, conhecido como "Abu Yundul al-Quseimi" morreu durante combates travados com soldados. A nota não precisou nem o lugar nem a data dos confrontos.

O Governo iemenita intensificou sua campanha contra a Al Qaeda, depois que em 25 de dezembro passado um jovem nigeriano, após ter visitado o Iêmen, tentou explodir um avião procedente da Holanda com destino aos Estados Unidos.

Aquele atentado frustrado alertou a comunidade internacional sobre a presença desse grupo terrorista, que em 23 de janeiro de 2009 anunciou que tinha instalado no Iêmen uma nova estrutura regional que absorvia as estruturas da Arábia Saudita. EFE rma/tg

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.