Iêmen mata 2 chefes da Al Qaeda em bombardeio aéreo

Redação Central, 15 mar (EFE).- Unidades aéreas do Exército iemenita mataram dois chefes da organização terrorista Al Qaeda na Península Arábica em um bombardeio no sudeste do país, informaram hoje fontes oficiais.

EFE |

"Dois chefes da Al Qaeda morreram", indicou o Ministério da Defesa iemenita em comunicado publicado em seu site.

Os terroristas abatidos no ataque aéreo planejavam vários "atentados contra instalações vitais do país", assinalou o texto.

O bombardeio foi feito na noite de domingo na província de Abyan, na região de Moudia, cerca de 480 quilômetros ao sudeste de Sana.

O comunicado não menciona a identidade dos terroristas.

Neste domingo, a Al Qaeda na Península Arábica anunciou que um de seus membros sauditas morreu em confrontos com soldados iemenitas, em comunicado divulgado pelos sites islamitas.

Segundo o texto, Ibrahim Saleh Mujahed al-Khalifa, conhecido como "Abu Yundul al-Quseimi" morreu durante combates travados com soldados. A nota não precisou nem o lugar nem a data dos confrontos.

O Governo iemenita intensificou sua campanha contra a Al Qaeda, depois que em 25 de dezembro passado um jovem nigeriano, após ter visitado o Iêmen, tentou explodir um avião procedente da Holanda com destino aos Estados Unidos.

Aquele atentado frustrado alertou a comunidade internacional sobre a presença desse grupo terrorista, que em 23 de janeiro de 2009 anunciou que tinha instalado no Iêmen uma nova estrutura regional que absorvia as estruturas da Arábia Saudita. EFE rma/tg

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG