Iêmen diz que 5 reféns alemães e britânicos estão vivos

Sana, 7 jan (EFE) - Os cinco reféns alemães e um britânico sequestrados no Iêmen em junho, estão vivos, informou hoje o vice-primeiro-ministro para Assuntos de Defesa e Segurança iemenita, Rashid al-Alimi, em entrevista coletiva.

EFE |

De acordo com as informações da Inteligência, Alimi disse que os reféns, entre eles, três crianças alemãs, estão em três regiões ao norte de Sana.

Alimi acrescentou que as autoridades iemenitas têm fotos dos menores e que sabem a localização das três crianças, "embora a Alemanha e o Reino Unido rejeitem lançar uma operação contra este lugar".

"Nós entendemos e por isso estamos buscando outras alternativas para libertar os reféns", disse o responsável iemenita.

Os reféns, junto com duas alemãs e um sul-coreano, que foram assassinadas mais tarde, foram sequestrados em 12 de junho.

O sequestro de estrangeiros costuma ser um meio que as tribos do Iêmen utilizam para reivindicar suas demandas, especialmente de serviços básicos ou para que sejam postos em liberdade membros de seus grupos étnicos detidos pela Polícia.

A maioria das vezes os estrangeiros são postos em liberdade sem danos, e o Governo aceita as reivindicações das tribos ou as convence que libertem os sequestrados.

O Executivo acusa à Al Qaeda e aos rebeldes xiitas do norte do sequestro dos alemães e do britânico, embora os "huties" o rechaçaram. EFE ja-svc-ssa/dm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG