Idosas são condenadas por matar mendigos em Los Angeles

Duas mulheres idosas foram condenadas nos Estados Unidos pelo assassinato de dois mendigos em Los Angeles.

BBC Brasil |

Helen Golay, de 77 anos, e Olga Rutterschmidt, de 75, teriam iniciado uma amizade com as vítimas e, depois, cometido os assassinatos para ficar com o dinheiro do seguro de vida das vítimas.

Golay foi considerada culpada por homicídio e Rutterschmidt, de conspiração para cometer homicídio. A sentença ainda será definida pela Justiça americana, mas as duas podem ser condenadas à prisão perpétua.

Kenneth McDavid, de 50 anos, foi encontrado morto no bairro de Westwood, em junho de 2005. Paul Vados, de 73 anos, morreu em Hollywood, em 1999.

As duas mulheres teriam um plano elaborado que envolvia fazer amizade com os mendigos, providenciar um apartamento para eles, estabelecer planos de seguro de vida, drogar as vítimas e, por fim, atropelar os mendigos até a morte.

As duas mulheres, que são amigas há 20 anos, foram presas em maio de 2006.

Gravação

Em declarações, familiares das vítimas aprovaram o resultado do julgamento.

"Os planos delas eram pura maldade", disse Stela Vados, filha de Paul Vados. "Não temos pena destas mulheres."

O julgamento durou quatro semanas e, segundo o jornal Los Angeles Times, os crimes ficaram conhecidos como "os assassinatos da Viúva Negra".

De acordo com a acusação, Helen Golay e Olga Rutterschmidt tiraram Kenneth McDavid e Paul Vados das ruas e colocaram os dois em apartamentos durante dois anos.

Este período é o mínimo necessário para que a maioria das apólices de seguro não seja contestada nos Estados Unidos.

Uma gravação de áudio feita logo depois da prisão das duas mulheres em Los Angeles foi tocada durante o julgamento.

Na gravação, Rutterschmidt diz que Golay levantou as suspeitas da polícia por ter "feito todos estes extras nas apólices (de seguro)".

"Você não poderia fazer isso. (Foi) Estupidez", diz a mulher na gravação. "Você foi gananciosa. Este foi o problema."

    Leia tudo sobre: bizarro

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG