Idosas são condenadas pelo assassinato de indigentes em LA

Duas americanas, de 77 e 75 anos, foram declaradas culpadas nesta quinta-feira pelos assassinatos de dois indigentes para receber milhões de dólares em seguros de vida.

AFP |

Depois de quatro semanas de deliberações, os 12 juízes do tribunal chegaram à conclusão de que Helen Golay, 77, era culpada pelo assassinato de Paul Vados, de 73 anos, em novembro de 1999, e de Kenneth McDavid, de 50 anos, em junho de 2005.

Os dois sem-tetos foram encontrados mortos no oeste de Los Angeles, aparentemente atropelados por um carro.

Já Olga Rutterschmidt, de 75 anos, amiga de Golay, foi considerada culpada pela morte de McDavid.

As duas mulheres fizeram um seguro de vida de 2,8 milhões de dólares para as duas vítimas, premeditando sua morte.

A promotoria não pediu pena de morte, mas as duas acusadas podem ser condenadas à prisão perpétua, sem possibilidade de liberdade condicional.


    Leia tudo sobre: seguros

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG