Iate de luxo de Madoff é confiscado na Flórida

MIAMI - Um iate de luxo avaliado em US$ 1,5 milhão de propriedade do investidor Bernard Madoff, acusado de organizar a maior fraude na história de Wall Street, foi confiscado nesta quarta na Flórida (EUA).

EFE |

O serviço dos U.S Marshals (agência federal de Polícia) do Estado da Flórida informou que, além da apreensão do iate, as autoridades confiscaram também um pequeno veleiro.

O iate, avaliado em US$ 1,5 milhão, estava atracado em uma marina em Davie, ao norte de Miami, de acordo com informações de vários canais de televisão locais.

Madoff está preso desde 12 de março, após se declarar culpado de 11 acusações relacionadas a uma fraude de mais de US$ 50 bilhões.

O investidor americano, de 70 anos, reconheceu a um juiz que organizou um sistema piramidal (conhecido como esquema Ponzi), com o qual roubou durante duas décadas milhares de investidores de todo o mundo.

Madoff continuará preso até sair, em junho, a sentença sobre ele, depois que um tribunal rejeitou, em 20 de março, sua apelação para esperar essa decisão em liberdade sob fiança. EFE sob/an

    Leia tudo sobre: madoff

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG