Iate de luxo, barco e mansão de Madoff são confiscados na Flórida

(atualiza com confisco de mansão) Miami, 1 abr (EFE).- As autoridades americanas confiscaram hoje uma mansão e duas embarcações do financista Bernard Madoff, acusado de montar a maior fraude na história de Wall Street, segundo uma fonte oficial.

EFE |

Um porta-voz do Serviço dos U.S Marshals do estado da Flórida informou que a mansão, avaliada em US$ 9,4 milhões, e localizada em Palm Beach, ao norte de Miami, foi confiscada depois que um juiz de Nova York assinou a ordem.

Funcionários dessa agência governamental entraram na residência de Madoff hoje, mudaram as fechaduras e começaram a fazer um inventário dos objetos encontrados.

A apreensão da casa aconteceu no mesmo dia em que as autoridades confiscaram o iate de luxo "Bull", de US$ 2,2 milhões, e uma pequena embarcação.

O iate estava atracado na marina Roscioli Yachting Center, em Fort Lauderdale, e a embarcação estava em Heritage Square Industrial Park, em Palm City, no sul do estado da Flórida, de acordo com dados de vários canais de televisão locais.

Madoff está preso desde 12 de março, após se declarar culpado de 11 acusações relacionadas a uma fraude de mais de US$ 50 bilhões.

O investidor americano, de 70 anos, reconheceu a um juiz que organizou um sistema piramidal (conhecido como esquema Ponzi), com o qual roubou durante duas décadas milhares de investidores de todo o mundo.

Madoff continuará preso até sair, em junho, a sentença sobre ele, depois que um tribunal rejeitou, em 20 de março, sua apelação para esperar essa decisão em liberdade sob fiança. EFE so/an/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG