O fechamento do espaço aéreo europeu pela erupção de um vulcão na Islândia provocou até o momento um lucro cessante de US$ 1,7 bilhão às companhias aéreas, anunciou nesta querta-feira o presidente da Associação Internacional do Transporte Aéreo (Iata).

No momento mais critico, registrado no último fim de semana quando a maioria dos voos foi cancelado, as companhias deixaram de faturar US$ 400 milhões por dia, afirmou Giovanni Bisignani, presidente da Iata.

Reuters
Avião decola do aeroproto de Heathrow, em Londres, nesta quarta-feira

Somam-se ainda os custos das companhias para alojar, alimentar e, em alguns casos, transportar por outros meios os passageiros retidos, completou Bisignani, o que pode elevar ainda mais a fatura.

Bisignani pediu aos governos europeus que "assumam suas responsabilidades" e ajudem as companhias aéreas, "vítimas de um ato de Deus, contra o qual não podemos nada".

Espaço aéreo aberto

Nesta quarta-feira, os céus da Europa foram reabertos para a maior parte dos voos. Eles foram retomados após cientistas e fabricantes terem rebaixado o risco de voar em áreas de concentração de cinzas vulcânicas relativamente baixas, disse a autoridade britânica de aviação civil (CAA, na sigla em inglês).

"A maior barreira em retomar os voos foi entender os níveis de tolerância dos aviões à cinza vulcânica. As fabricantes agora concordaram em níveis de tolerância maiores em áreas com densidade de cinzas menores", disse o chefe da CAA, Deidre Hutton.

Apesar das estimativas de retomada de 75% dos voos, a situação continua incerta e caótica em vários aeroportos europeus. Passageiros enfrentam longas filas e atrasos em vários dos principais aeroportos do continente, como os de Londres, Paris e Madri.

As companhias aéreas enfrentam agora o desafio logístico de normalizar as operações após seis dias de atrasos e cancelamentos. Muitos passageiros que sofreram com os cancelamentos e atrasos ainda aguardam informações sobre quando poderão viajar. Mais de 95 mil voos foram cancelados na Europa desde quinta-feira da semana passada.

Reuters
Mulher desembarca no aeroporto

Mulher desembarca no aeroporto de Heathrow, em Londres

Mais notícias

Fotos

Vídeos

Relatos

Efeitos na economia



    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.