Húngaros convocam marcha em lembrança a braço direito de Hitler

Budapeste (Hungria), 10 ago (EFE).- A organização neonazista NS Front convocou para 15 de agosto uma passeata em Budapeste em homenagem a Rudolf Hess, braço direito de Hitler.

EFE |

O Governo húngaro já disse que impedirá a marcha. "A Hungria não virará o paraíso dos neonazistas", destacou o Executivo, que, em nota, pediu às autoridades que "evitem com todos os instrumentos legais que os neofascistas saiam às ruas".

O pouco conhecido NS Front publicou na internet vários anúncios em inglês e alemão convidando nazistas nacionais e estrangeiros para a manifestação na capital húngara, informou hoje o jornal "Nepszabadsag".

Antes, os neonazistas se reuniam junto ao túmulo de Hess na Alemanha. Como as autoridades proibiram essa concentração há alguns anos, aparentemente os neonazistas buscam um novo lugar para comemorar.

Além disso, organizações antifascistas informaram que, no mesmo dia 15, se reunirão no centro de Budapeste num "dia de ação pacífica contra a extrema direita".

Hess apareceu enforcado, aos 93 anos, na cela em que passou 46 anos detido, o que o tornou uma espécie de mártir para os neonazistas. EFE Mg/as/cbm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG