Human Rights Watch denuncia prisões ilegais realizadas na Cisjordânia

Jerusalém, 30 jul (EFE).- A ONG de defesa dos direitos humanos Human Rights Watch (HRW) denunciou hoje os abusos e detenções a que estão sendo submetidos os partidários do Fatah e do Hamas em Gaza e na Cisjordânia há vários dias.

EFE |

Em comunicado divulgado hoje, a organização qualifica de "ilegais" as detenções que as duas forças políticas realizaram contra os seguidores do partido contrário nos últimos dias.

"A luta política entre Hamas e Fatah está provocando cada vez mais vítimas de violações dos direitos humanos. As forças de segurança de ambos os grupos têm como objetivo ativistas e organizações do outro. Seu comportamento abusivo resulta na vitimização dos palestinos e enfraquece o império da lei", informa na nota Joe Stork, vice responsável da HRW para o Oriente Médio.

Em Gaza, as forças do Hamas "abusaram fisicamente de alguns dos detidos e fecharam uma centena de organizações que consideram aliadas do Fatah", diz a mensagem.

A HRW elaborou um relatório de 113 páginas no qual apresenta detalhadamente os abusos das forças de ambos os lados contra os seguidores do outro partido desde junho de 2007, quando o Hamas tomou com o uso da força o poder na Faixa de Gaza e expulsou as forças leais ao presidente da Autoridade Nacional Palestina (ANP) e o líder do Fatah, Mahmoud Abbas.

"O HRW chamou ambas as partes a deixarem em liberdade todos aqueles que foram detidos arbitrariamente nos últimos dias e no último ano e que concedam acesso imediato aos detidos a supervisores independentes dos direitos humanos", diz o relatório.

A organização também pede que a comunidade internacional condicione sua ajuda ao Fatah e ao Hamas a que os dois grupos tomem passos "concretos e verificáveis" para acabar com os sérios abusos dos direitos humanos realizados.

O Ministério do Interior do Hamas afirmou hoje que as forças do Fatah prenderam na Cisjordânia outros 11 ativistas do Hamas, continuando a série de detenções pelo quarto dia consecutivo. EFE aca/fal

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG