Hugh Grant e Liz Hurley são indenizados por fotos que violaram sua intimidade

Londres, 15 mai (EFE) - O ator Hugh Grant, sua ex-namorada, a modelo Elizabeth Hurley, e o marido desta, o empresário indiano Arun Nayar, aceitaram hoje em Londres uma indenização relativa a fotos que violaram sua intimidade, por terem sido tiradas durante suas férias. A indenização, que chega a 58 mil libras (116 mil euros), foi divulgada em uma audiência realizada no Tribunal Superior da Inglaterra e de Gales. Os três envolvidos não estiveram presentes no julgamento.

EFE |

As fotografias, que foram tiradas em outubro do ano passado pela agência francesa "Eliot Press", mostram Grant, Hurley e Nayar desfrutando de alguns dias de férias em um complexo privado das Maldivas.

A "Eliot Press" concedeu os direitos de distribuição das fotos no Reino Unido e na Irlanda à agência britânica "Big Pictures", que ofereceu as imagens a jornais como "News of the World" e "Mail on Sunday", que, por sua vez, acabaram publicando as instantâneas.

Laura Tyler, advogada de Grant (protagonista de "Quatro Casamentos e um Funeral", de 1994), Hurley e Nayar, alegou que as fotos foram tiradas de forma encoberta e sem prévio conhecimento de seus clientes.

"Foi muito ofensivo para os litigantes que sua intimidade tenha sido invadida por parte dos demandados", afirmou a advogada.

As duas agências apresentaram suas desculpas e pagarão a indenização com ajuda da Associated Newspapers e News Group Newspapers, empresas que editam o "Mail on Sunday" e o "News of the World", respectivamente. EFE pa/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG