Roma, 6 jul (EFE).- O presidente da China, Hu Jintao, se reuniu hoje com o presidente da República italiana, Giorgio Napolitano, horas depois que tenham explodido os protestos na província ocidental chinesa de Xinjiang.

Hu recebeu honras militares e depois se reuniu com Napolitano no primeiro ato oficial de sua visita de Estado à Itália, a primeira em dez anos de um presidente chinês.

O chinês não fez nenhuma declaração sobre os distúrbios originados ontem em Xinjiang, província onde vive a minoria uigur, de religião muçulmana, na qual morreram 140 pessoas e 828 ficaram feridas durante os protestos.

O presidente da China acudiu ao encontro com Napolitano acompanhado de sua mulher, Liu Yongqing, onde foi recebida pela mulher do presidente da República, Clio Napolitano.

Hu viajou para Itália acompanhado de 300 empresários chineses para buscar laços de cooperação em áreas como comércio, economia, turismo, cultura e proteção do meio ambiente.

A agenda de Hu prevê uma reunião hoje com o primeiro-ministro da Itália, Silvio Berlusconi. EFE fab/ma

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.