HRW pede à Liga Árabe que pressione Sudão a readmitir ONGs

Cairo, 29 mar (EFE).- A organização internacional de defesa dos direitos humanos Human Rights Watch (HRW) pediu hoje à Liga Árabe, que se reúne em Doha, no Catar, a partir de amanhã, para pressionar o Sudão a readmitir as ONGs expulsas de seu território.

EFE |

Em carta publicada hoje, a HRW lembra como o presidente sudanês, Omar al-Bashir, decidiu expulsar, no dia 4 deste mês, as organizações que atuavam na região sudanesa de Darfur.

A decisão aconteceu poucas horas após o Tribunal Penal Internacional (TPI), com sede em Haia, na Holanda emitir ordem de detenção contra Bashir por crimes de guerra e de lesa-humanidade no conflito armado de Darfur, que, desde 2003, matou mais de 300 mil pessoas.

"A Liga Árabe pode ajudar a salvar milhares de vidas se pressionar o Governo do Sudão a readmitir as ONGs expulsas", declarou Richard Dicker, diretor do programa de Justiça Internacional da HRW.

A organização, com sede em Nova York, lembra que as 13 ONGs expulsas forneciam água e comida a mais de 1 milhão de pessoas e ajuda médica a 1,5 milhão.

Desde a ordem de prisão, Bashir viajou à Eritréia, ao Egito e à Líbia, desafiando a comunidade internacional. EFE jrg/jp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG