HRW critica silêncio sobre direitos humanos no discurso de Obama no Cairo

O discurso pronunciado pelo presidente americano, Barack Obama, no Cairo sobre a reconciliação com o mundo muçulmano não fez referência às violações dos direitos humanos cometidas no Egito e no mundo árabe em geral, lamentou a organização Human Rights Watch (HRW).

AFP |

"Obama desperdiçou uma importante ocasião para criticar o estado de emergência que conspira contra o respeito aos direitos humanos no Egito, Argélia e Síria, entre outros países", destacou a organização de defesa dos direitos humanos com sede em Nova York.

"A escolha do Cairo como tribuna para o discurso de Obama é discutível, devido ao déficit do Egito, em termos de respeito aos direitos humanos, que amordaça a oposição, organiza eleições fraudulentas e detém os dissidentes", escreveu a ONG em um comunicado divulgado na noite de quinta-feira.

sms/lm/sd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG