Hóspedes precisam se refugiar no subsolo para fugir de tiros

Um hotel de luxo de Bangcoc, na Tailândia, perto do bairro controlado por manifestantes antigovernamentais, foi alvo de disparos neste domingo depois de uma forte explosão. Centena de hóspedes foram obrigados a se refugir no subsolo do estabelecimento, segundo um fotógrafo da Agência AFP.

"Estava deitado e ouvi uma forte explosão, muito perto de meu quarto", relatou Pedro Ugarte, fotógrafo-chefe da redação da AFP de Nova Délhie, que está cobrindo a crise tailandesa. "Saí do quarto e a parede externa havia sido alcançada pelas balas", acrescentou.

Ugarte assinalou ainda que os funcionários do hotel ligaram para dizer aos hóspedes que descessem porque o prédio estava sendo atacado. Até o momento ainda não informações sobre feridos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.