Hotéis lotados um ano antes do eclipse total do Sol na Ilha de Páscoa

Um eclipse total de Sol em julho de 2010 deixará na mais completa escuridão a Ilha de Páscoa, localizada em meio ao Oceano Pacífico, um pequeno território insular chileno onde os hotéis já se encontram lotados faltando um ano para esse evento astronômico.

AFP |

"Não temos mais vagas disponíveis, estão todos reservadas. Estamos aceitando reservas há cinco ou seis anos", conta Sabrina Atamu, do Serviço Nacional de Turismo.

O eclipse de 11 de julho de 2010 escurecerá durante 4 minutos e 45 segundos a parte oriental da Polinésia, onde está situada a Ilha de Páscoa.

O acontecimento astronômico, parecido com o que poderá ser observado nesta quarta em alguns pontos da Ásia, agita os turistas e as comunidades científicas de todo o mundo, que já reservaram as apenas 1.500 camas oferecidas pela hotelaria da ilha.

A Ilha de Páscoa, ou Rapa Nui no idioma dos antigos taitianos, atrai cerca de 50.000 turistas por ano, que chegam atraídos pela paisagem vulcânica, as praias e os míticos 'moais', as enormes estátuas de pedra alinhadas frente ao mar e que os nativos consideram seus guardiães.

Localizada a 3.500 km a oeste do território chileno, a Ilha de Páscoa tem 4.000 habitantes, em sua maioria da etnia Rapa Nui.

Para chegar à ilha, é preciso usar a companhia chilena LAN, que possui o monopólio da rota. Na baixa temporada, a passagem para a Ilha de Páscoa fica em torno dos 360 dólares, mas na alta temporada o preço supera os mil dólares.

nr/cn

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG