Hong Kong registra novo caso da gripe

Pequim, 26 mai (EFE).- As autoridades de Hong Kong informaram hoje sobre um novo infectado pela gripe suína, o que eleva para dez os casos na cidade e para 22 o número total na China, informou hoje a agência oficial de notícias Xinhua.

EFE |

"Trata-se de uma mulher de 56 anos que chegou a Hong Kong em 23 de maio dos Estados Unidos no voo CX873", anunciou Thomas Chung, responsável de Serviço de Emergência e de Informação do Departamento de Saúde de Hong Kong.

Segundo o médico, já nos Estados Unidos, a mulher começou a desenvolver sintomas da gripe, como tosse e febre, mas não mencionou isso na declaração sanitária do aeroporto internacional de Hong Kong.

Dois dias após sua chegada, a paciente foi a um médico e foi transferida imediatamente a um hospital, onde está em quarentena.

Desde o primeiro caso registrado na cidade, em 1º de maio, todos os contágios confirmados de gripe suína correspondem a pessoas contagiadas fora de Hong Kong que viajaram depois à região administrativa especial chinesa.

Hong Kong mantém seu nível máximo de alerta perante a gripe suína, no entanto, nas últimas semanas, relaxou a força de suas medidas para fazer frente à doença, que começaram no mesmo dia em que foi detectado o primeiro caso, com a quarentena de todo um hotel com seus hóspedes e funcionários dentro.

Apesar do nome, a gripe suína não apresenta risco de infecção por ingestão de carne de porco e derivados. EFE mmp/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG