Hong Kong divulga locais de protesto durante Jogos Olímpicos

Hong Kong, 24 jul (EFE).- A ex-colônia britânica de Hong Kong, sede da hípica nos Jogos Olímpicos de Pequim e onde a liberdade de expressão é maior que no restante da China, anunciou os locais onde será permitido protestar durante a realização dos Jogos.

EFE |

Segundo o diário local "South China Morning Post", as denominadas "áreas de reunião social" estarão a 300 metros dos centros de competição eqüestre em Sha Tin e Beas River.

Uma porta-voz da Polícia local assinalou que estas áreas de protesto podem ser modificadas em função do trânsito e da quantidade de pessoas que se reunirão.

No entanto, assegurou que as forças da ordem ainda não receberam nenhuma notificação "de reuniões sociais durante os eventos eqüestres".

As solicitações de manifestação serão administradas do mesmo modo que os outros protestos, indicou o secretário-chefe da Polícia Henry Tang.

O comissário da Polícia local Tang King-shing insistiu recentemente em que as forças de segurança vão velar pela liberdade de expressão.

No entanto, afirmou que será preciso encontrar "um meio termo" entre a liberdade de expressão e o legítimo direito do público de desfrutar dos Jogos e de viver o cotidiano com o mínimo de "inconvenientes". EFE mch/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG