Honduras retoma toque de recolher na capital

O governo interino de Honduras, liderado por Roberto Micheletti, restabeleceu nesta terça-feira o toque de recolher em Tegucigalpa, revelou a TV hondurenha.

AFP |

O toque de recolher, decretado após o golpe de Estado que derrubou o presidente Manuel Zelaya, em 28 de junho, não vigorava desde o dia 31 de julho.

"Devido aos distúrbios ocorridos na tarde de hoje na capital, fica estabelecido o toque de recolher para todo o município do Distrito Central (capital)", informou um comunicado oficial divulgado pela TV.

Segundo o comunicado, o toque de recolher estará vigente das 22H00 local (01H00 Brasília) de terça-feira às 05H00 (08H00) de quarta-feira.

A decisão ocorre após manifestantes pró Zelaya incendiarem, na tarde de hoje, uma lanchonete em Tegucigalpa.

Milhares de integrantes da Frente Nacional de Resistência contra o Golpe de 28 de junho voltavam do bulevar João Paulo II, próximo à Casa Presidencial, quando alguns atacaram várias lanchonetes na rua Centroamérica.

Os manifestantes quebraram as vidraças de algumas lojas e atearam fogo à lanchonete 'Popeye'.

Agentes da polícia de choque foram enviados à região para dispersar os manifestantes "zelayistas".

As redes de lanchonetes, especialmente as franquias de empresas estrangeiras, são alvo constante de organizações sociais porque estão isentas do pagamento de impostos, como fomentadoras do turismo.

Pouco antes, um policial de trânsito havia atirado na perna de um manifestante que viajava em uma motocicleta, o que provocou a reação de um grupo de "zelayistas", que incendiou um ônibus urbano.

nl/LR

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG