Tegucigalpa, 26 set (EFE).- A quantidade de vítimas fatais causadas pela nova gripe em Honduras aumentou para 15 com a morte de uma mulher, enquanto os casos confirmados da doença subiram para 505, informou hoje uma fonte de saúde.

A mulher, de 25 anos, morreu esta semana em um hospital de Tegucigalpa, estava grávida e era originária da cidade de Comayagua, disse à imprensa o chefe de Vigilância Sanitária do Ministério da Saúde hondurenho, Marco Antonio Pinel.

Indicou que, após a informação de outros 30 esta semana, os casos confirmados da doença subiram para 505.

Até agora, foram registradas mortes por causa da nova gripe em dez dos 18 departamentos de Honduras, segundo outras fontes de saúde.

Os laboratórios do Ministério da Saúde analisam semanalmente cerca de 15 amostras de pacientes suspeitos de sofrer da doença.

O primeiro caso da gripe em Honduras foi confirmado em 21 de maio, e a primeira morte foi em 22 de junho, segundo o Ministério da Saúde hondurenho. EFE lam/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.