Honduras estende toque de recolher na divisa com Nicarágua

Tegucigalpa, 27 jul (EFE).- O Governo de Honduras estendeu hoje por mais 12 horas o toque de recolher na fronteira com a Nicarágua, por onde o presidente deposto Manuel Zelaya procura retornar ao país.

EFE |

O toque de recolher, vigente desde sexta-feira passada, será ampliado a partir de hoje das 18h até as 6h (21h às 9h em Brasília), como informou um porta-voz presidencial.

A medida seguirá abrangendo o departamento de El Paraíso (leste) e os municípios de San Marcos de Colón, Duyure e Concepción de María (sul).

Grupos de seguidores de Zelaya se mantêm na fronteira à espera de que o líder deposto entre de novo em Honduras.

Na sexta-feira, o presidente deposto entrou brevemente na zona de segurança da fronteira hondurenha, mas voltou à Nicarágua, na passagem limítrofe de Las Manos (El Paraíso), e depois retornou para pernoitar em Ocotal, 225 quilômetros ao norte de Manágua Um grupo de simpatizantes e familiares de Zelaya está em uma reserva policial e militar em território hondurenho a vários quilômetros de Las Manos.

Também em Ocotal, Zelaya organiza a "resistência" contra o Governo Roberto Micheletti, que o substituiu por designação parlamentar depois que os militares o detiveram e expulsaram do país em 28 de junho. EFE lam/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG