Honduras decreta toque de recolher após volta de Zelaya

O presidente de fato de Honduras, Roberto Micheletti, decretou nesta segunda-feira o toque de recolher, por 15 horas, após o retorno ao país do presidente deposto, Manuel Zelaya, informou a TV estatal.

AFP |

"Devido aos acontecimentos ocorridos nas últimas horas, decidimos estabelecer o toque de recolher para todo o território nacional, a partir das 04H00 da tarde (19H00 Brasília) desta segunda-feira, até às 07H00 da manhã (10H00 Brasília) de terça", disse um porta-voz da presidência.

O governo pediu ao povo "compreensão, paciência e colaboração com esta medida, que é adotada com o único propósito de proteger a tranquilidade, a vida e os bens das pessoas".

Zelaya, que apareceu hoje no terraço da embaixada do Brasil em Tegucigalpa, pediu aos milhares de simpatizantes que se concentram diante da sede diplomática que mantenham a calma.

O presidente deposto já disse que voltou ao país para dialogar com as autoridades golpistas visando à "pacificação", diante da convulsão que atinge Honduras desde o golpe de Estado.

Após ser derrubado, em 28 de junho passado, Zelaya já havia tentado voltar a Honduras em duas oportunidades, de avião e por terra, pela fronteira com a Nicarágua.

nl/LR

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG