Honduras dá 72 horas a pessoal da embaixada da Venezuela para deixar o país

O governo de fato de Honduras deu nesta terça-feira um prazo de 72 horas a funcionários da embaixada da Venezuela para deixarem o país por ameaças feitas ao governo de uso da força, assim como a intromissão em assuntos exclusivos e o desrespeito à integridade hondurenha, informou a chancelaria de Tegucigalpa.

AFP |

Carta assinada pela vice-chanceler Martha Lorena Casco dirigida ao embaixador da Venezuela, Armando Luna, pede "a retirada em 72 horas do pessoal diplomático, administrativo, técnico e de serviços da missão da Venezuela.

O governo de Caracas assim como o restante da comunidade internacional não reconhecem o governo de fato de Roberto Micheletti.

Em reciprocidade, a chancelaria hondurenha "está retirando todos seus funcionários da embaixada de Tegucigalpa em Caracas", diz a nota.

nl/af/sd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG