Washington, 29 jun (EFE).- A tradicional Parada do Orgulho Gay de São Francisco, realizada hoje, foi dedicada à recente legalização na Califórnia do casamento entre pessoas do mesmo sexo.

Milhares de pessoas foram às ruas da cidade aplaudir as "lésbicas da motocicleta", um grupo de dez motoqueiras vestidas de noivas, as primeiras a desfilar em frente a cerca de 200 carros alegóricos e que jogaram flores para o público.

O prefeito da cidade, Gavin Newsom, participou do desfile em cima de um automóvel de época. Durante o trajeto, ele foi ovacionado em por ter contribuído para legalização, no último dia 16, dos casamentos entre homossexuais.

Montada em uma Harley-Davidson e usando um véu branco e rosa, Kristin Florin declarou ao jornal "San Francisco Chronicle" que voltou "a sentir a felicidade e o sucesso" de 2004, quando Newsom legalizou o casamento gay em São Francisco, medida depois anulada pelo Governo estadual.

"Não posso explicar o quão feliz me sinto", afirmou Florin.

Ao programa "Meet the Press", da rede de TV "NBC", o governador da Califórnia, Arnold Schwarzenegger, declarou que considera esses casamentos uma "perda de tempo" e anunciou uma emenda sobre o tema que será submetida a plebiscito nas eleições de novembro.

"Pessoalmente, acho que o casamento deve ser algo entre um homem e uma mulher. Ao mesmo tempo, também não quero impor minha opinião a ninguém", disse o governador. EFE mv/bm/sc

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.