Homens são menos férteis depois dos 40 anos, diz pesquisa

Por Michael Kahn BARCELONA (Reuters) - Casais que tentam ter um bebê quando o homem está acima dos 40 anos terão mais dificuldade de conceber do que se ele for mais jovem, disseram pesquisadores franceses em uma conferência da Sociedade Européia de Reprodução Humana e Embriologia.

Reuters |

Os médicos sabem que a idade da mulher é um fator importante, mas a descoberta indica que o impacto da idade do pai é mais forte do que se pensava anteriormente, disseram a pesquisadora Stéphanie Belloc e colegas.

'Nossos dados apresentam provas pela primeira vez de um forte efeito parental sobre os resultados da inseminação intrauterina (IUI) tanto nas taxas de gravidez como nas taxas de aborto espontâneo', disseram Belloc e sua equipe do Centro Eylau para a Reprodução Assistida, da França.

Outras pesquisas indicaram haver declínio na contagem de esperma e na sua qualidade à medida que o homem envelhece, mas até hoje havia poucas comprovação clínica de que o simples fato de o homem ser mais velho tivesse tão grande efeito na fertilidade, disseram os pesquisadores.

A equipe francesa analisou amostras retiradas de mais de 21.000 inseminações intrauterinas, como são chamadas, nas quais o esperma é lavado ou processado em uma centrífuga para separá-lo do fluido seminal e depois inserido diretamente no útero.

A equipe examinou a qualidade do esperma e depois rastreou as taxas de gravidez, aborto e nascimentos. Assim descobriu que o impacto paternal em abortos espontâneos era muito maior quando o homem passava dos 40 anos, disse Yves Menezo, que participou do estudo.

Como era esperado, mulheres mais velhas têm menos probabilidade de engravidar e sofrem mais abortos espontâneos do que as mais jovens, mas surpreendentemente o risco de perda da criança é também muito maior em casais nos quais o homem tem mais de 40 anos, alcançando quase 35 por cento. O risco de perda para um homem com menos de 30 anos é de 10 a 15 por cento, acrescentou Menezo.

'Sabíamos que o pai tinha influência nisso, mas não esperávamos encontrar estas taxas de aborto espontâneo', disse ele, por telefone.

Os pesquisadores disseram que uma relação entre a idade do homem e a deterioração do DNA em esperma, que o leva a fragmentar-se, poderia ser a provável explicação, embora eles ainda não saibam exatamente por que isso acontece.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG