Homens são condenados à prisão perpétua por causa de 'viagra do Himalaia'

Tribunal no Nepal condenou seis homens pelo assassinato de sete rivais durante uma briga por causa do raro cogumelo

BBC Brasil |

selo

Joanna Jolly / BBC
Chamado de "yarsagumba", o cogumelo tem propriedades afrodisíacas: um quilo do produto pode ser vendido por até US$ 10 mil (R$ 17 mil) na China
Um tribunal no Nepal condenou seis homens pelo assassinato de sete rivais durante uma briga por causa do raro cogumelo-da-lagarta, valorizado por suas propriedades afrodisíacas.

O impacto do Viagra genérico: Especialistas alertam para o uso equivocado do remédio

Os homens, do distrito de Manang, no norte do país, foram sentenciados à prisão perpétua.
Outros treze moradores do vilarejo foram condenados a dois anos de prisão pela participação nos assassinatos e 21 réus do mesmo caso foram absolvidos.

A busca pelo fungo híbrido é uma das principais fontes de renda para comunidades pobres do Himalaia. Um quilo do produto pode ser vendido por até US$ 10 mil (R$ 17 mil) na China. O caso do "Viagra himalaio", como ficou conhecido, atraiu a atenção da imprensa no Nepal.

O cogumelo-da-lagarta é considerado medicinal nas culturas orientais e é famoso na região do Himalaia.

Chamado de "yarsagumba", o cogumelo tem propriedades afrodisíacas e acredita-se que ele também pode curar doenças e aumentar a longevidade. Ele também está sendo investigado por empresas farmacêuticas americanas como uma possível cura para o câncer.

Disputas e crime

Joanna Jolly / BBC
O distrito de Gorkha, onde houve a disputa
O tribunal ouviu sobre como, em junho de 2009, moradores de Nar formaram um grupo e mataram sete estrangeiros do distrito de Gorkha, mais abaixo nas montanhas, que haviam ido até o local para colher o yarsagumba.

Yarsagumba é o termo usado no Nepal para descrever o corpo mumificado da lagarta da mariposa Hepialus armoricanos , que fica neste estado após ser invadido pelos esporos do cogumelo Cordyceps sinensis.

Corpos de dois fazendeiros de Gorkha foram encontrados em um desfiladeiro íngreme.
O chefe de polícia local disse à BBC que acredita que os moradores de Nar desenterraram os outros cinco homens quando perceberam que estavam sendo investigados, cortaram-nos em pedaços e os atiraram em um rio local.

O julgamento foi concluído em 2010, mas o veredito foi adiado por meses, segundo a correspondente da BBC Joanna Jolly.

As sentenças foram anunciadas na última segunda-feira, mas a área de Manang é tão remota que a notícia só chegou até o vilarejo nesta terça-feira. Até então, os acusados estavam sendo mantidos em uma prisão improvisada.

Jolly diz que, apesar de ter trazido riqueza para a região, o cogumelo-da-lagarta também trouxe disputas e crime.

Os moradores começaram a colher o cogumelo há seis anos. Antes disso, eles tinham poucas oportunidades de ganhar dinheiro. No entanto, um ditado budista local que diz que o yarsagumba é uma maldição e que colhê-lo tem maior probabilidade de trazer azar do que sorte.

    Leia tudo sobre: nepalhimalaiaviagraYarsagumba

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG