Homem-bomba mata ao menos 10 no Paquistão, diz polícia

Um homem-bomba atacou um comboio de civis no noroeste do Paquistão nesta sexta-feira, matando ao menos 10 pessoas e ferindo 30, disse a polícia. O comboio era acompanhado por forças de segurança paquistanesas.

Reuters |

"Confirmamos até agora o número de 10 mortos, inclusive quatro mulheres. Trinta feridos foram internados em hospitais", disse o porta-voz da polícia local Fazar Naeem.

"Nosso comboio foi atingido por uma grande explosão, Está tudo um caos aqui. Eu já vi quatro mortos, dois eram crianças. Eu vi quatro mulheres feridas", disse a testemunha Javed Hussain, que estava no comboio de veículos que transportava muçulmanos xiitas à cidade de Peshawar.

Militantes paquistaneses do Taleban, que são sunitas, realizaram uma onda de bombardeios, matando centenas de pessoas e atingindo desde feiras lotadas até mesquitas e instalações militares e policiais com objetivo de abalar o governo apoiado pelos EUA. Os xiitas, uma minoria no Paquistão, também são alvo.

Ofensiva contra o Taleban

Ataques suicidas têm diminuído nas últimas semanas, mas não se sabe se o motivo é a melhora na segurança depois das operações militares contra o Taleban, ou se os insurgentes estão simplesmente se reagrupando para mais ataques.

O Paquistão, nação com poder nuclear, lançou duas grandes ofensivas no noroeste do país no último ano contra o Taleban, apoiado pela Al-Qaeda.

As ações destruíram bases militares, e acredita-se que o líder do Talban, Hakumullah Mehsud, tenha sido morto por um ataque aéreo dos EUA em janeiro. Seu predecessor morreu em ataque similar em agosto.

Mas o Taleban se mostrou resistente, muitas vezes dispersando-se durante ofensivas do governo para outras partes da região noroeste, sem controle governamental.

Leia mais sobre Taleban

    Leia tudo sobre: taleban

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG