Homem-bomba mata 23 em manifestação no Paquistão

Por Faris Ali PESHAWAR, Paquistão (Reuters) - Um homem-bomba explodiu em meio a policiais paquistaneses que acompanhavam uma manifestação contra os cortes de energia na cidade paquistanesa de Peshawar, nesta segunda-feira, matando 23 pessoas, disseram a polícia e autoridades do governo.

Reuters |

Militantes islâmicos que lutam contra o governo paquistanês lançaram uma série de ataques a bomba em Peshawar, rota de acesso ao Afeganistão, matando centenas de pessoas no ano passado.

O último ataque ocorreu na área da cidade velha conhecida como Storyteller's Bazaar enquanto o protesto contra os cortes de energia, organizado por um partido religioso, se dissipava, disseram autoridades.

"Um homem explodiu quando policiais estavam em seus veículos após o protesto", disse o ministro da Informação da província, Mian Iftikghar Hussain.

Várias autoridades do partido Jamaat-i-Islami (JI), que organizou o protesto, estão entre os mortos, disseram membros do partido, que tem histórico de simpatizar com islamistas.

O policial Imran Kishwar disse que 23 pessoas morreram e 29 ficaram feridas.

"Estávamos voltando para nossa delegacia quando a explosão ocorreu", disse à Reuters o policial Riaz Khan, ferido levemente. "Eu vi corpos e membros espalhados em todo o lugar quando eu me virei."

Esta foi a segunda explosão na cidade nesta segunda-feira.

Mais cedo, um estudante de seis anos morreu e cinco garotos e duas outras pessoas ficaram feridas quando explosivos foram detonados no lado de fora da escola onde estavam, disseram médicos.

Forças de segurança tiveram ganhos significativos contra militantes em ofensivas no ano passado, expulsando militantes de redutos no vale do Swat e nas regiões do Waziristão do Sul e Bajaur, na fronteira afegã.

(Reportagem adicional de Zeeshan Haider e Kamran Haider)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG