Homem vestido de Batman é preso na Flórida por usar máscara

MIAMI - Um homem que costumava ir a boates disfarçado de Batman foi detido por usar uma máscara em público, o que é proibido no Estado da Flórida, segundo uma lei dos anos 1950 promulgada para combater os integrantes da Ku Klux Klan.

EFE |

Walsh Ian Nichols, de 21 anos, ia a bares e boates de Tampa, no litoral oeste da Flórida, vestindo a roupa do Homem-Morcego, e posava para fotografias com as asas dobradas ao lado de mulheres, informou nesta quarta-feira o jornal "St. Petersburg Times", em sua edição digital.

A Polícia de Tampa afirmou que alertou Nichols de que não devia usar a máscara em várias ocasiões. Nichols deixou a prisão após pagar US$ 500 de fiança.

Andrea Davis, porta-voz da Polícia, disse que a lei que proíbe o uso de máscaras em público não é aplicada com freqüência.

Mas "você tem que se perguntar por que alguém escolhe esconder seu rosto", acrescentou, referindo-se à insistência de Batman de usar a roupa, apesar das advertências de um policial.

Nichols, técnico de biomedicina, começou a usar o disfarce de Batman há dois anos, quando visitava os bares de St. Petersburg, e até tinha uma Batgirl, segundo contou ao jornal.

Depois, arranjou um trabalho de noite como promotor de um clube noturno e passou a usar a roupa no emprego. Quando perguntado sobre por que se vestia como Batmam, disse que preferia manter seus motivos em segredo.

    Leia tudo sobre: batman

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG