Um agricultor alemão que foi submetido no final de julho ao primeiro transplante completo de braços do mundo disse sentir uma felicidade indescritível por ter recuperado aos poucos a sensibilidade, em sua primeira aparição pública nesta quarta-feira.

"Estou muito feliz de ter novamente braços depois de ter sido privado deles por seis anos", declarou timidamente Karl Merk, de 54 anos, em uma entrevista coletiva à imprensa transmitida pela TV em Munique (sul).

"Não posso descrever a felicidade que senti" depois da operação que durou 15 horas e que teve a participação de uma equipe de 40 especialistas na clínica da Universidade Técnica de Munique, a Klinikum rechts der Isar, acrescentou Merk.

O agricultor teve os dois braços amputados até os ombros em um acidente de trabalho há seis anos.

Depois de tentar usar próteses artificiais, procurou a medicina especializada em cirurgia plástica e de mãos.

"As próteses eram difíceis de colocar, precisava de mais ou menos meia hora" e "isso não funcionava", explicou o paciente.

Após o transplante, realizado com sucesso nos dias 25 e 26 de julho graças aos membros doados de um homem morto, Merk disse que já "pode mover os braços", comer "sozinho" e "se vestir".

pan/dm

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.