Homem se joga da torre mais alta do mundo em Dubai

Segundo jornal local, suicida teria trabalhado em uma empresa do edifício de 160 andares e teve pedido de férias recusado pela companhia

Reuters |

Um homem se atirou do edifício mais alto do mundo em Dubai, cometendo o primeiro suicídio da torre Burj Khaklifa, informou a incorporadora do prédio nesta terça-feira.

O homem, que estaria na casa dos 20 anos e seria do sul da Ásia, pulou do 147º andar, a 828 metros de altura, e caiu em uma varanda do 108º andar, de acordo com o jornal local The National. Tais detalhes, no entanto, não foram confirmados pela Emaar, incorporadora do edifício.

A empresa disse que registrou apenas um "incidente envolvendo um homem" na torre Burj Khalifa na manhã desta terça-feira. "As autoridades responsáveis confirmaram que foi um suicídio e nós estamos aguardando o relatório final", disse um comunicado da companhia, sem dar mais detalhes sobre o incidente.

O jornal National disse que o homem teria trabalhado em uma empresa do edifício de 160 andares, e que teve um pedido de férias recusado pela companhia, segundo documentos obtidos pela polícia.

AP
Foto de novembro de 2007 mostra a torre Burj Khalifa ainda em construção em Dubai, nos Emirados Árabes Unidos

    Leia tudo sobre: emirados árabes unidosdubaitorresuicídio

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG