Homem salta de avião sem pára-quedas em NY

Duanesburg, Nova York - Um homem que saltou de um avião de paraquedismo sem pára-quedas havia questionado colegas de trabalho se eles prefeririam morrer ao saltar de um avião ou de um prédio.

AP |

Sloan Carafello, 29, estava no avião como observador no sábado e testemunhas dizem que ele saltou diante de três paraquedistas quando o avião atingiu 3.000 metros de altura. A polícia afirmou na segunda-feira que o homem cometeu suicídio.

Carafello recentemente assustou alguns de seus colegas de trabalho numa loja de conveniência ao lhes perguntar: "Se você tivesse que morrer, iria preferir pular de um prédio ou saltar de um avião sem pára-quedas?", disse Dave Bilili, assistente de gerente da loja.

A polícia encontrou o corpo de Carafello junto a uma casa com o telhado danificado numa cidade rural 24 quilômetros a oeste de Albany.

"As possibilidades eram acidente ou suicídio e nós descartamos acidente", disse o investigador de polícia Mario DiCristofaro.

DiCristofaro não forneceu mais detalhes sobre a investigação. Uma autópsia revelou que a morte foi causada pelos múltiplos traumas decorrentes do impacto.

Carafello vivia no clube YMCA desde agosto, disse Louis Magliocca, diretor da residência. Ele disse que os investigadores vasculharam o quarto de Carafello, mas não encontraram um bilhete suicida.

Bob Rawlins, dono da companhia de paraquedismo que pilotava o avião no sábado, afirmou que Carafello pediu para acompanhar o vôo para fazer algumas fotos para um projeto acadêmico. Um cinegrafista a bordo do avião capturou imagens de Carafello saltando do avião e as entregou à polícia.

"Não é algo fácil de se ver", disse DiCristofaro. "Ele salta do avião e começa a cair".

A polícia disse que não irá tornar o vídeo público.

Leia mais sobre: morte

    Leia tudo sobre: morte

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG