Homem que matou 8 pessoas nos EUA se rende após perseguição

O autor do tiroteio que causou a morte de oito pessoas na terça-feira no estado norte-americano de Virgínia (leste), se rendeu após horas de perseguição policial.

AFP |


Christopher Speight, acusado de matar 8 pessoas, é preso nos EUA / AP

Oito pessoas morreram na noite de terça-feira quando o homem - identificado como Christopher Speight, de 39 anos - abriu fogo numa localidade do Estado da Virgínia (leste dos Estados Unidos) e deu início a uma perseguição em que um helicóptero da polícia foi atingido pelos disparos.

O suspeito ficou foragido por horas depois do ataque realizado numa localidade próxima a Appomattox, e a polícia realizou uma vasta operação para encontrá-lo.

O incidente começou no início da tarde quando um agente do condado de Appomattox foi informado sobre a descoberta de um homem ferido numa área rural.

"Quando o agente chegou ao local, ouviu outros disparos", contou o porta-voz da polícia, Thomas Molnar.

Enquanto a vítima era levada de helicóptero para um hospital, onde mais tarde veio a morrer, os policiais encontraram outros quatro corpos perto de uma casa da região e mais três mortos dentro da residência.


Policiais cercam residência no local do ataque / AP

Os disparos foram atribuídos a um homem que se refugiou nas florestas de Appomattox.

O suspeito chegou a disparar contra o helicóptero da polícia, o que obrigou o piloto a realizar um pouso de emergência. O motivo do ataque ainda não foi determinado.

Leia mais sobre Estados Unidos

    Leia tudo sobre: tiroteio

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG