Homem mata cinco filhos e comete suicídio nos EUA

Um homem matou seus cinco filhos e cometeu suicídio, após saber que a mulher iria abandoná-lo, em mais um massacre ocorrido nos Estados Unidos, desta vez no Estado de Washington, revelou a polícia neste domingo.

AFP |

James Harrison, de 34 anos, assassinou os cinco filhos, com idades entre 7 e 16 anos, na casa da família em Graham, 100 km ao sul de Seattle, antes de guiar até um cassino, onde se matou com um tiro, no sábado, revelou à imprensa Pierce County, porta-voz do xerife do condado.

Harrison havia encontrado a esposa com outro homem em um supermercado, na sexta-feira, quando a mulher lhe comunicou que passaria a viver com o namorado.

Chamada por vizinhos, a polícia encontrou as cinco crianças mortas com vários tiros, nos quartos e no banheiro da casa.

Harrison foi achado morto dentro do carro, com um tiro na cabeça.

Esta foi mais uma tragédia envolvendo armas de fogo nos Estados Unidos, onde na sexta-feira um imigrante asiático matou 13 pessoas e cometeu suicídio em um centro de ajuda a estrangeiros na pacata cidade de Binghampton, no nordeste do país.

Desempregado e com dificuldades para falar inglês, Jiverly Wong, um imigrante vietnamita de mais de 40 anos, bloqueou a porta da Associação Cívica Americana (ACA) com um carro, antes de disparar contra os alunos que assistiam a uma aula de inglês.

Na semana passada, um homem fortemente armado assassinou oito pessoas em um asilo da Carolina do Norte (sudeste), e seis pessoas foram mortas a tiros em uma casa de um bairro de classe alta do Silicon Valley, na Califórnia (oeste).

Em 10 de março, um homem matou dez pessoas, entre elas sua própria mãe, em três cidades do Alabama, antes de se suicidar.

No episódio recente mais chocantes, ocorrido na noite de 24 de dezembro de 2008, um homem fantasiado de Papai Noel invadiu uma casa onde estava reunida a família de sua ex-mulher, na Califórnia, e abriu fogo, matando nove pessoas antes de se suicidar.

Em 16 de abril de 2007, um estudante de origem coreana assassinou a tiros 32 pessoas, antes de cometer suicídio, na universidade Virigina Tech (Virgínia, leste), no pior ataque deste tipo ocorrido nos Estados Unidos.

ltl/dm/LR

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG