Homem mais rico da China é investigado pela polícia

O empresário Huang Guangyu, dono de uma fortuna de 43 bilhões de iuans (US$6,1 bilhões), foi detido pela polícia da China e está sendo investigado sob a acusação de ter manipulado ações na bolsa de valores. O bilionário é o homem mais rico do país de acordo com o ranking da publicação asiática Hurun e o segundo mais rico segundo a revista Forbes.

BBC Brasil |

A polícia está questionando Huang sobre transações que ele fez com ações da empresa de seu irmão mais velho, a farmacêutica Shandong Jintai Group, listada na bolsa de valores de Xangai.

Huang teria comprado papéis da Jintai no começo do ano passado antes da empresa anunciar que receberia uma injeção de capital de mais de 24 bilhões de iuan (US$3,5), o que fez o valor da ação subir ao preço recorde de 26.58 iuan no fim de agosto, quase oito vezes o valor de 3.16 iuan registrado em fevereiro.

Desde então a ação despencou e na sexta-feira passada valia 2,31 iuan a unidade.

Bolsa de Hong Kong
O chinês de 39 anos construiu um império a partir da companhia fabricante de eletro-eletrônicos Gome, que é de capital aberto e tem ações negociadas na bolsa de valores de Hong Kong.

Além de produzir os aparelhos, a marca tem uma rede de lojas com mais de 1,2 mil filiais e emprega mais de 200 mil pessoas.

Com o anúncio da detenção de Huang, que é o presidente da firma, as vendas das ações da Gome foram suspensas na bolsa de valores de Hong Kong nesta segunda-feira até que a empresa se pronuncie sobre o caso.

De acordo com a revista de negócios Canjin, esta não é a primeira vez que os irmãos Huang estão na mira da polícia.

No começo de 2006 Huang Guagyu e Huang Chungyam foram investigados por empréstimos ilegais no valor de 1,3 bilhão de iuans.

Na ocasião os irmãos não chegaram a ser detidos e a companhia anunciou que a investigação foi arquivada.

Os irmãos também são conhecidos como Wong Kwong-yu e Wong Chungyam.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG