Homem mais gordo do mundo emagrece e quer novo recorde

Por Robin Emmott MONTERREY - O mexicano Manuel Uribe, que já foi o homem mais obeso do mundo, agora tenta alcançar um recorde diferente: tornar-se a pessoa que mais perdeu peso no mundo.

Reuters |

Uribe, que pesava mais de meia tonelada, o mesmo que um pequeno automóvel, faz uma dieta pesada e está deitado em uma cama reforçada da qual não saiu pelos últimos seis anos por causa de seu peso.

Desde março de 2006, Uribe perdeu 235 quilogramas com uma dieta baseada em toranjas (fruta cítrica), omeletes de clara, peixes, frango, legumes e amendoins.

Agora pesando 324 quilogramas, Uribe ainda não consegue mexer suas pernas mas espera sair de casa no próximo mês pela terceira vez em seis anos para comemorar seu 43o aniversário.

'É um milagre eu ter chegado tão longe. Eu ia me matar dois anos atrás quando minha mulher me deixou, mas Deus me mandou médicos excelentes', disse Uribe, ainda com o tronco cheio de dobras e protuberâncias.

Reuters

Uribe passou a década de 1990 comendo pizza e hambúrgueres nos Estados Unidos, onde trabalhava com consertos de computadores. Viciado em 'junk food', ele chegou aos 560 quilos quando voltou ao México, alimentando-se de gordurosos tacos.

Seu tamanho o fez o homem mais gordo do mundo e lhe deu um lugar na edição de 2008 do Livro Guinness dos Recordes.

Uribe chegou a fazer uma cirurgia de redução do estômago no México, mas ela causou inchaços permanentes e não colaborou para a redução de seu peso.

Com a saúde se deteriorando, abandonado pela esposa e sem renda, Uribe pediu ajuda na televisão mexicana.

Cuidado por sua mãe, o mexicano recusou tratamento médico na Itália e aceitou ajuda do médico norte-americano Barry Sears. Uribe perdeu peso através da Dieta das Zonas, que é rica em proteínas e pobre em carboidratos.

Saiba mais sobre: obesidade

    Leia tudo sobre: obesidade

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG