Homem é preso por lançar sapato contra primeiro-ministro grego

Ato foi um protesto contra 'política inflexível' de Geórgios Papandréu

EFE |

Um homem foi detido hoje em Salônica, no norte da Grécia, por lançar um sapato contra o primeiro-ministro grego, Geórgios Papandréu, como protesto por sua política inflexível.

O incidente coincidiu com o início de novas manifestações sindicais contra o plano de economia do Governo, que tenta tirar o país da pior crise financeira de sua história recente.

A prisão aconteceu na entrada de um evento em Salônica, onde Papandréu deve apresentar, hoje, seu plano econômico para o próximo ano.

Cerca de quatro mil policiais foram enviados à Salônica para garantir a segurança durante os protestos.

Os atos são contra o severo programa econômico aplicado desde abril para reduzir o déficit fiscal do país, que, em 2009, alcançou 13,6% do Produto Interno Bruto (PIB).

Papandréu se comprometeu perante a Comissão Europeia, o Fundo Monetário Internacional e o Banco Mundial, a reduzir o déficit até 8,1% neste ano.

Em troca destas reformas, a comunidade internacional ofereceu 110 bilhões de euros em ajuda à Grécia para os próximos três anos.

    Leia tudo sobre: Geórgios Papandréugrécia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG