Homem é morto em briga no aeroporto de Sidney

Um homem foi morto a pauladas neste domingo por membros de uma gangue de motociclistas na frente de dezenas de pessoas no aeroporto de Sidney, na Austrália. Testemunhas disseram que os motociclistas usaram pedestais de metal como se fossem espadas na briga que tomou dois andares do terminal doméstico do aeroporto.

BBC Brasil |

Quatro suspeitos foram presos e outros fugiram.

O homem, de 28 anos, morreu no hospital com sérios ferimentos na cabeça. Segundo a polícia, 15 membros de gangues estavam envolvidos na briga, que foi vista por cerca de 50 pessoas.

A polícia acredita que a briga começou quando um grupo de motociclistas que desembarcava de um vôo foi emboscado por uma gangue rival.

A polícia não identificou as gangues que estariam envolvidas, mas a mídia australiana disse que a briga foi entre membros do Hell's Angels e dos Comancheros.

Segundo as testemunhas, pedestais de metal tirados da área de check-in foram usados como armas.

"Eles começaram apegar os pedestais de metal que dividem a área de check-in e a bater com elas quase como espadas na cabeça uns dos outros", disse Naomi Constantine à rede australiana ABC News.

"Eu vi um dos homens caído no chão e outro vir com uma barra e bater com ela na cabeça dele."
O chefe da polícia local, Peter Williams, chamou o ataque de "um ato de mau-gosto perpetrado por um grupo de covardes".

"Um grupo de homens saiu de um avião e foi recebido opor outro grupo de homens que acreditamos ser outra gangue de motociclistas", disse Williams.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG