Homem é detido por vender remédios falsos contra gripe na China

Xangai (China), 6 mai (EFE).- A Polícia aduaneira chinesa deteve um homem, a bordo de um navio com bandeira panamenha, por vender um falso medicamento milagroso contra a gripe suína, informou hoje a agência oficial de notícias Xinhua.

EFE |

Apesar do nome, a gripe suína não apresenta risco de infecção por ingestão de carne de porco e derivados.

O detido, de sobrenome Liu, é um imigrante rural da província chinesa de Hunan (centro do país) que confessou que queria tirar proveito do medo dos marinheiros de contágio.

Um alerta levou a Polícia chinesa até o navio, onde detiveram Liu e confiscaram o medicamento, um falso Tamiflu, antiviral que já foi vendido durante a explosão da gripe aviária.

A Polícia chinesa lembrou após a detenção que se algum marinheiro de uma tripulação estrangeira apresentar sintomas da gripe deverá procurar um médico, e não recorrer a "remédios milagrosos". EFE jss/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG