Homem é detido com pistola de brinquedo antes de comício de Sonia Gandhi

Nova Délhi, 5 abr (EFE).- A Polícia deteve hoje um homem que tentava entrar com uma pistola, que mais tarde descobriu-se ser de brinquedo, em um comício de Sonia Gandhi, a líder do governista Partido do Congresso, no sul da Índia.

EFE |

"É uma pistola carregada", gritou um subinspetor da Polícia, citado pela agência indiana "PTI", quando o dono da arma passou por um detector de metais.

Uma fonte da Polícia em Nova Délhi esclareceu depois que a pistola era de brinquedo, o que também foi confirmado por outra fonte policial a uma outra agência indiana de notícias, a "Ians".

Na hora em que o detector apitou, o pessoal da segurança cercou o homem que carregava a arma de brinquedo, um militante do Partido do Congresso na região de Tamil Nadu (sul).

Sonia Gandhi tinha se deslocado à localidade de Karaikkudi, cerca de 400 quilômetros ao sul da capital regional, Chennai, para participar de um comício.

O proprietário da suposta pistola foi levado para ser interrogado por uma unidade especial do serviço de inteligência e pelo superintendente da Polícia regional.

Sonia Gandhi é viúva do ex-primeiro-ministro da Índia Rajiv Gandhi, assassinado por uma suicida tâmil em 1991, e nora da ex-primeira-ministra Indira Gandhi, assassinada em 1984. EFE daa/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG