Exame comprovou que oito dos 10 filhos da vítima eram do pai, que admitiu abusos diante da Justiça argentina

A Justiça argentina condenou a 10 anos de prisão um homem acusado de abusar sexualmente de sua filha durante três décadas , com a qual teve oito filhos, informaram fontes judiciais nesta quarta-feira. O homem, identificado como Armando Gómez, admitiu diante da Justiça da província de Santa Fé que abusava de sua filha, que agora já tem 43 anos.

A vítima, Juana Gómez, se atreveu a denunciar seu pai quando em junho deste ano a Polícia apareceu em sua casa por causa de uma investigação por roubo de gado. Posteriormente, um exame genético mostrou que oito dos 10 filhos da mulher são fruto das relações com seu pai. Juana Gómez contou que não teve coragem de fazer a denúncia antes por medo. Após a detenção policial, conseguiu falar. Segundo ela, o pai batia nos filhos.

O pai abusava da filha há 30 anos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.