Homem é acusado por morte de menina atropelada na China

Hu Jun foi acusado de homicídio culposo de Yue Yue, chinesa de 2 anos que foi ignorada por sete minutos após atropelamento

iG São Paulo |

AP
Foto de 16/10/2011 mostra enfermeira cuidando de Wang Yue, de 2 anos, que morreu em 21/10/2011 após ser atropelada no sul da China
Um homem de 24 anos foi acusado de homicídio culposo (sem intenção de matar) de Wang Yue , chinesa de de 2 anos que atraiu atenção internacional depois de ter sido ignorada por sete minutos por 18 pedestres após ser atropelada , anunciaram autoridades nesta terça-feira. De acordo com a agência Xinhua (Nova China), foi preso um homem identificado como Hu Jun.

Leia também: Medo de prejuízo e cultura de pouca compaixão por estranhos explicariam descaso

O homem, que é do leste da China, é acusado de ser um dos dois motoristas que atropelaram a menina em uma rua estreita no sul do país no início deste mês. A criança, conhecida pelo apelido de Yue Yue, morreu na sexta-feira. O hospital onde ela estava internada disse que a vítima, que já havia sido diagnosticada com morte cerebral, sofreu falência múltipla dos órgãos.

Uma gravação em vídeo feita por uma câmera de segurança mostrou os motoristas, um depois do outro, atingindo a menina em Foshan, na Província de Guangdong. Várias pessoas a pé, andando de bicicleta ou em veículos passaram por ela enquanto sangrava deitada em uma área comercial movimentada. A menina foi eventualmente salva por Chen Xianmei, uma catadora de 58 anos.

Os pais da menina são proprietários de uma loja no mercado. Segundo o jornal chinês China Daily, a menina teria se afastado da mãe enquanto ela ia a uma lavanderia.

O vídeo desatou um ultraje mundial sobre o estado da moral na sociedade de rápida mutação da China. Isso incluiu uma ampla atividade no Sina Weibo , equivalente chinês do Twitter, e uma campanha online batizada de "Pare a apatia".

Depois do caso de Yue Yue, o governo da Província de Guangdong começou a discutir a introdução de uma lei que tentaria forçar a solidariedade ao obrigar as pessoas a ajudar outras em situação de sofrimento.

Assista ao vídeo do atropelamento de Yue Yue. Atenção: imagens são fortes

*Com BBC

    Leia tudo sobre: chinaatropelamentoyue yue

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG