Homem é acusado nos EUA de vender a Seul sistema para mísseis

Miami, 29 abr (EFE).- Um homem do sul da Flórida foi acusado hoje de tentar exportar sistemas de propulsão de mísseis Rd-180 e tecnologia à Coreia do Sul sem ter licença do Departamento de Estado americano.

EFE |

Juwan Yun deverá comparecer perante um juiz de Fort Lauderdale, ao norte de Miami, na próxima sexta-feira, que notificará oficialmente as acusações, informou a Procuradoria Federal do distrito sul da Flórida.

Yun é acusado de tentar exportar artigos de defesa sem a devida licença e que estão na lista de munição dos EUA, violando assim uma lei local sobre armas.

Segundo as autoridades, o acusado teria tentado em dezembro de 2008 adquirir sistemas de propulsão de mísseis Rd-180, motores e tecnologia relacionada para depois vendê-las e enviá-las à Coreia do Sul.

Yun já havia sido condenado a 39 meses de prisão por conspirar para exportar outros materiais proibidos e como resultado dessa sentença, o Departamento de Estado proibiu que realizasse qualquer atividade relacionada com a exportação de artigos de defesa.

Caso seja considerado culpado das seis acusações que pesam contra ele, Yun poderá enfrentar uma condenação de até 60 anos de prisão.

EFE sob/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG