Homem é acusado de desviar US$ 6 mil em taxa de passaporte nos EUA

Washington, 30 jan (EFE).- Agentes do Serviço Diplomático de Segurança dos Estados Unidos detiveram em Porto Rico um funcionário dos Correios por desvio de fundos, já que supostamente se apropriou de mais de US$ 6 mil de taxas de tramitação de passaportes.

EFE |

O Departamento de Estado americano, do qual depende o Serviço Diplomático de Segurança (DSS), informou hoje que a detenção de Arnaldo Cortés-Mestres aconteceu em 22 de janeiro em colaboração com o Escritório do Inspetor Geral (OIG) do Serviço Postal dos EUA.

De acordo com o Governo americano, entre 22 de maio e 27 de julho de 2007, Cortés-Mestres, que trabalhou no escritório dos Correios de Cabo Vermelho, recebeu mais de 40 pedidos para a emissão de passaportes e renovações junto com as taxas para sua tramitação, que totalizaram mais de US$ 6 mil.

O detido é acusado de ter ficado com o dinheiro.

Quando as pessoas que solicitaram um passaporte ou sua renovação não receberam o documento correspondente, entraram em contato com o escritório dos Correios que tramitou os pedidos. EFE cae/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG